WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
DestaquesGeral

Plano Safra 2024/25 deve liberar mais de R$ 570 bilhões aos produtores

Criado em 2003, o Plano Safra é um programa do Governo Federal destinado a promover o desenvolvimento sustentável da agropecuária no Brasil. Seu objetivo é garantir a segurança alimentar, fomentar a inovação tecnológica e gerar emprego e renda no campo. Os recursos são anunciados anualmente e são utilizados durante o ano agrícola, que vai de julho a junho do ano seguinte.

A expectativa para 2024-2025 é que o montante liberado atinja um valor recorde, superando os mais de R$ 364 bilhões disponibilizados na temporada 2023/24. Segundo a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, o total ultrapassará os R$ 500 bilhões. Entidades como a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e governos estaduais, como o do Paraná, pleiteiam um plano de aproximadamente R$ 570 bilhões.

 

Os recursos são disponibilizados para pequenos, médios e grandes produtores rurais, que podem acessar várias linhas de crédito de acordo com a atividade exercida, o tamanho da propriedade e a renda anual. “São ofertadas várias linhas de crédito para o custeio, comercialização e investimento”, explica Romário Alves, CEO e Fundador da Sonhagro.

Para acessar esses recursos, os produtores precisam entrar em contato com instituições bancárias que ofereçam crédito rural, como a própria Sonhagro. A instituição realizará uma análise do perfil do produtor e indicará a melhor linha ao cliente. Romário destaca a importância da documentação. “Manter a documentação em ordem e procurar instituições credenciadas é a melhor forma de obter melhores oportunidades”.

Um dos principais programas dentro do Plano Safra é o Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que possui critérios específicos para a concessão de recursos. A propriedade não pode ultrapassar quatro módulos fiscais de área e a renda obtida nos últimos 12 meses deve ser de até R$ 500 mil.

A questão do seguro rural também é uma prioridade no novo ano agrícola, especialmente devido aos bilhões de reais em prejuízos causados pelas enchentes no Rio Grande do Sul, que afetaram a produção de arroz e soja. “O seguro rural é uma medida que deve ser prioridade”, afirma Romário.

Osaná Crisostomo, da Bahia Cacau

Outro aspecto fundamental é o uso consciente dos recursos. Francisco Carvalho, gerente comercial da Hydroplan-EB, destaca a importância de investir em opções sustentáveis. “Optar por produtos que não comprometem a saúde do solo nem o meio ambiente traz uma série de vantagens aos produtores, ajudando na preservação da fertilidade do solo e melhoria da qualidade das colheitas ao longo do tempo. Escolhas inteligentes ajudam a minimizar o impacto negativo sobre os ecossistemas locais e os recursos naturais, promovendo uma agricultura mais responsável e alinhada com os princípios da conservação ambiental”, explica. A empresa, que atua há 25 anos no mercado agro brasileiro, oferece produtos como fertilizantes, adjuvantes e itens à base de óleos essenciais, que contribuem para a preservação da fertilidade do solo e a melhoria da qualidade das colheitas.

Com recursos recordes e um foco crescente na sustentabilidade, o Plano Safra 2024/25 promete ser um marco importante para o desenvolvimento da agropecuária no Brasil.

Sobre a Sonhagro:

Especializada em soluções completas de crédito rural, a rede visa facilitar os processos burocráticos para os produtores, atuando no gerenciamento de suas negociações e na execução dos projetos técnicos que os bancos exigem.  Fazendo a sua história há mais de 10 anos, com 80 unidades que facilitam o financiamento do crédito rural para os produtores em 23 estados do país.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar