Geral

Assentamento Dois Riachões é modelo na produção de cacau orgânico

Representantes do governo baiano fazem visita técnico ao projeto inovador

 

O  Assentamento Dois Riachões  recebeu a visita do secretário estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), Josias Gomes, e de técnicos da secretaria e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR). A equipe foi conhecer  a produção de alimentos e cacau orgânico de qualidade desenvolvida pela comunidade e selecionada pelo edital do Bahia Produtiva, projeto executado pela SDR/CAR em parceria com o Banco Mundial.

Cacau de qualidade tem mercado com preços superiores

“Nosso trabalho conta com vários parceiros que acreditam na agroecologia e no alimento saudável e que contribuem para que possamos construir um território agroecológico, como o movimento CETA, a Rede de Agroecologia Povos da Mata e o projeto Circuitos Agroecológicos”, conta o produtor Luciano Silva.

O Assentamento Dois Riachões está localizado no município de Ibirapitanga, Território de Identidade Baixo Sul da Bahia. Com 406 hectares e 40 famílias residentes, o assentamento é a primeira área da Bahia com Certificação Orgânica Participativa, pela Rede de Agroecologia Povos da Mata. Além disso, possui também a Certificação Socioambiental Internacional ECOCERT.

CACAU ORGANICO

Equipe tecnica avalia novo modelo de produção

Toda a produção do assentamento, vinculado ao Movimento de Trabalhadores Assentados, Acampados e Quilombolas (CETA), é comercializada em feiras de alimentos orgânicos e na entrega cestas prontas. Com o apoio da plataforma Circuitos Agroecológicos, os produtos de Dois Riachões também já circulam em São Paulo e na região sul do país. As amêndoas de cacau orgânico e de qualidade têm mercado certo, sendo a maior parte vendida para a marca de chocolate AMMA.

Apresentação do projeto que serve de exemplo a outras comunidades

“No Assentamento, os agricultores familiares estão enveredando por um caminho de produção de cacau fino, cujo valor é o dobro ou até às vezes o triplo do que alcança o cacau de commodity. Eles são jovens dinâmicos, conhecedores, com assistência técnica e extensão rural dirigida, e eu não tenho dúvida que o papel da secretaria, como indutora do desenvolvimento rural baiano e da agricultura familiar, terá que participar mais e atentamente ao projeto desenvolvido hoje pelo Assentamento Dois Riachões”, declarou o secretario Josias Gomes, reconhecendo a força deste projeto.

Bahia Produtiva incentiva projetos da agricultura familiar

Participaram da visita representantes da prefeitura de Ibirapitanga, SCETAF, Instituto Biofábrica da Bahia, Tabôa, Rede Povos da Mata e Cooperativa Bahia Cacau.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar