DestaquesGeral

Estrada do Chocolate fortalece turismo rural no Sul da Bahia

Projeto valoriza história, cultura e conservação ambiental

Ações e metas para a consolidação da Estrada do Chocolate na região sul da Bahia foram discutidas durante o Encontro do Turismo Rural da Costa do Cacau, que aconteceu  no Centro de Convenções de Ilhéus. Presente ao evento, o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, convocou o empresariado local a fazer da rota turística um atrativo único no mundo. “Por todo o potencial que ela tem, a Estrada do Chocolate precisa da união de todos para que se torne algo diferenciado, capaz de chamar a atenção do mundo para sua riqueza histórica e importância turística”, afirmou.


Questões como sinalização, segurança, mobilidade, ambientação e comunicação relativas ao trecho fizeram parte das discussões em torno do projeto. “É importante haver locais de parada segura para que os turistas possam contemplar a riqueza histórica desta região em placas ao longo do percurso”, ressaltou Fausto Franco.

A turismóloga Aidê Suzart, da Secretaria de Turismo da Bahia – Setur-BA, apresentou ações necessárias por parte dos municípios envolvidos para que a Estrada do Chocolate se transforme em atrativo real. A lista inclui qualificação nas entradas e saídas dos municípios; melhorias nos acessos aos ramais; empreendimentos às margens da estrada; apoio à iniciativa privada para a criação de stands para divulgação e pontos de venda; criação de feiras de agricultura orgânica de agricultura familiar e congêneres.


Situada no trecho da BA-262 que liga Ilhéus e Uruçuca, a Estrada do Chocolate tem por objetivo possibilitar aos turistas vivenciar as etapas de produção do cacau e do chocolate por meio de visitas a fazendas tradicionais e fábricas, além de permitir o contato com um rico acervo histórico e cultural da região.

O roteiro inclui fábricas do parque moageiro de cacau, no Distrito Industrial de Ilhéus, fazendas com fábrica de chocolate gourmet e fazendas de cacau com acervo histórico-arquitetônico, entre outros atrativos. O passeio conduz o visitante por uma região repleta de belezas naturais no sul da Bahia, dotada de rios, cachoeiras e áreas de preservação ambiental.

Jorge Amado confeccionado com chocolate: fonte de inspiração

Cercada pela Mata Atlântica, a Estrada do Chocolate lembra ainda os cenários da obra do escritor Jorge Amado, como “Terras do Sem-Fim” e “Gabriela Cravo e Canela”. O primeiro descreve o período de formação da zona cacaueira, com a sede pelo ouro do cacau, a luta pela posse da terra, o estabelecimento das plantações e a construção das pequenas cidades nos arredores de Ilhéus, no começo do século 20.

O segundo é um retorno do autor ao chamado ciclo do cacau, retratando o universo de coronéis, jagunços, dentre outros personagens que fizeram parte da sociedade cacaueira.

Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar