WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Geral

Investimentos do Estado na agricultura familiar permitem retorno ao setor rural

 

 

Os investimentos feitos pelo Governo do Estado, nos últimos anos, em políticas públicas para fortalecer a agricultura familiar e as populações rurais da Bahia têm transformado a realidade do rural baiano e incentivado agricultores/as que haviam buscado oportunidade em outros centros, a escolher viver em suas comunidades com suas famílias e produzindo, com melhores condições de trabalho, em suas propriedades.

Os recursos vêm sendo destinados pelo Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), à base produtiva, sendo aplicados no serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater), implantação ou requalificação de agroindústrias e nas potencialidades territoriais, a partir de sistemas produtivos estratégicos, além do apoio à comercialização.

Um desses exemplos é o da produtora de orgânicos do município de Guajerú, Taiane Rodrigues (Tay Rodrigues), que também é criadora de conteúdo digital e conhecida nas redes como Influencer da Roça. Em entrevista,  no Podcast da Agricultura Familiar, disponível no Canal do YouTube CarBahia, ela destacou que os sonhos que tinha foram se tornando realidade a partir do cadastro na Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), que viabilizou, a cada nova colheita, a venda para o Programa Nacional de Aquisição de Alimentos (PAA) e depois para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

E o negócio de Tay e sua família está se expandindo com produtos como o arroz orgânico e outros in natura, além de galinha caipira e produtos como biscoitos que ela desenvolve com outras mulheres da comunidade Humaitá. “Através da DAP as políticas públicas chegam. “Eu fico muito orgulhosa e também agradecida por ter esses programas que desenvolvem o rural. As políticas públicas que nós temos hoje desenvolvem o rural”, enfatiza.

A influencer e produtora de orgânicos é filiada à Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Vale do Riacho do Humaitá Lagoa do Bino e Capinal, uma das beneficiadas com investimentos por meio do projeto da CAR, Bahia Produtiva, em Segurança Alimentar e Nutricional, que viabilizou infraestrutura em horticultura e produção de plantas alimentícias não convencionais (PANC).

Novas perspectivas de Norte a Sul 

O agricultor do município de Bom Jesus da Serra, no Sudoeste Baiano, Ronei Almeida Moreno, conta que antes de acessar essas políticas públicas, trabalhou em São Paulo e depois de nove anos retornou devido à oportunidade gerada pelas políticas públicas. “Sou muito grato à Associação e a todos do projeto Bahia Produtiva. As políticas públicas têm tipo um papel muito importante na minha vida como agricultor e como ser humano, porque são inovadoras e chegam às comunidades com toda a estrutura e junto com todo o conhecimento através da assistência técnica e de capacitações. Isso tem feito toda a diferença, estou fazendo o que gosto e, ao mesmo tempo aprendo novos conhecimentos”, ressalta.

A artesã de biojoias Leonildes dos Anjos, mais conhecida como Bilú, que faz parte da Associação Beneficente de Pesca e Agricultura de Ituberá (ABPAGI), do Baixo Sul da Bahia, destaca que as políticas públicas voltadas para a agricultura familiar foram determinantes para que ela voltasse à sua terra.

“Para mim é motivo de muita alegria e felicidade, pois, há um tempo atrás, eu não desejava ficar na minha terra e pensava em ir para outros lugares e viver novas experiências, porque eu não via que aqui eu poderia crescer, mas hoje, com esse apoio, eu posso gerar renda, vendendo e comercializando meu produto e vivendo do extrativismo na minha terra. Não há situação melhor do que viver e permanecer no lugar onde nasci”, declara Bilú.

Do Semiárido da Bahia, o agricultor Edilson da Silva, da comunidade de Fundo de Pasto Serrinha das Imagens, do município de Casa Nova, também trabalhou muitos anos em outros estados e retornou por causa das oportunidades geradas pelos investimentos do Governo do Estado. “O Pró-Semiárido trouxe para nossas comunidades as tecnologias e um novo olhar, mostrando para nós as nossas riquezas e o quanto nós temos de diferencial. As nossas criações e as nossas produções melhoraram 80%. Nós hoje podemos levar para as nossas mesas alimentos saudáveis e sem agrotóxicos”.

Fotos: André Frutuôso/CAR-GOVBA 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar