DestaquesGeral

Cacau certificado pela IG Sul da Bahia já movimentou R$ 2 milhões

87 toneladas foram comercializadas, com alto valor agregado

Produtores associados à Indicação Geográfica – IG Sul da Bahia, comercializaram nos últimos 18 meses 87 toneladas de cacau com certificação de origem. O cacau é rastreado em todas as suas etapas de produção e atende aos critérios estabelecidos e que constam em cadernos técnicos com todas as especificações, distribuídos na região.

Entre os critérios para ser considerado cacau origem Sul da Bahia de qualidade superior: ser originário de áreas de Cacau Cabruca ou Sistemas Agroflorestais tradicionais de nossa região; não apresentar teor de umidade superior a 8%; aroma natural livre de odores estranhos; livre de matérias estranhas; fermentação de no mínimo 65% (de amêndoas totalmente marrons); não tenha máximo de 15% de sub-fermentadas, respeitando percentagem máxima de 3% para mofo interno, inseto, germinadas, achatadas e 1% máxima de ardósia.

Em vistoria as propriedades os técnicos da Associação Cacau Sul Bahia observam as condições de trabalho, moradia e de respeito a legislação ambiental praticadas pelo agricultor em sua propriedade. Depois de uma rigorosa avaliação o cacau á aprovado para levar o selo do IG e comercializado com maior valor agregado.

A IG Sul da Bahia foi a primeira oficializar no país um regulamento técnico que foca na qualidade do cacau e não em seus defeitos, como é observado na Instrução do Ministério da Agricultura que normatiza os tipos de cacau comercializados de forma geral no Brasil. Atualmente a IG também indica a realização de testes sensoriais nas amêndoas de cacau por parte dos produtores e compradores, o que garante uma “melhor compra” para quem procura os melhores flavors em seus produtos derivados de cacau.

ALTO VALOR AGREGADO

Adriana C. Reis

De acordo com Adriana Reis, Gerente de Qualidade do Centro de Inovação do Cacau, destaca que “o cacau inspecionado pela IG Sul da Bahia apresenta um valor agregado médio de 50% acima do preço do mercado convencional, com preços variando entre R$ 23,00 e R$ 30,00 por quilo, fato que gerou nesses últimos 18 meses um giro estimado de dois milhões de reais em valor bruto de negociações, feitas de forma direta pelos produtores aos compradores “Isso significa um ganho de aproximadamente 600 mil reais de valor agregado a esse cacau, acima do valor que seria comercializado no mercado convencional”, diz. A variação de preço recebido pelo produtor é bem menor quando comparada ao cacau commodity.

Cristiano Sant’Ana

Cristiano Sant´Ana. diretor executivo da IG Cacau Sul da Bahia . afirma que “os produtores que acessam a IG se destacam pela sua transparência para com o mercado, abrem suas propriedades para vistorias que visam garantir que agem com respeito as legislações trabalhista, dão condições dignas de trabalho e cumprem às leis ambientai”. A qualidade superior do cacau é comprovadamente atestada nas quatro análises feitas antes dele ser lacrado e receber o QR code de rastreamento da origem daquelas amêndoas.

“A certificação de origem eleva o nome do Sul da Bahia para todo o território nacional como referência em sustentabilidade e cacau de alta qualidade, para todas as marcas de chocolate e derivados que tem como compromisso garantir o melhor para seus consumidores e a sociedade civil como um todo, na busca de uma cadeia produtiva mais justa”, diz Cristiano.


CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS COMPRADORAS

Atualmente a Associação Cacau Sul da Bahia possui 12 empresas de chocolates finos da região e de outros estados do país credenciadas para a comercialização de derivados de cacau fabricados exclusivamente com cacau rastreado produzido no Sul da Bahia. Em 2021 já existe uma demanda prévia mínima de 75 ton de cacau com certificação da IG.

A Associação Cacau Sul Bahia-IG Cacau é uma federação formada por 16 instituições representativas com um total de 3460 associados e é atualmente a mais abrangente associação da cadeia do cacau e chocolate no Sul da Bahia.

Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta para Henrique prado Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar