Geral

Projeto coordenado pela Uesc valoriza as cabrucas do Sul da Bahia

O MapBiomas como parceiro da Base Ambiental do cacau que preserva a natureza


Grande parte do cacau do sul da Bahia é plantado embaixo da floresta nativa, as chamadas cabrucas. É esta semelhança com as florestas nativas que dificulta mapear a localização destas plantações até agora. Nesta live, promovida por Deborah Faria, coordenadora do Coordenadora do Laboratório de Ecologia Aplicada à Conservação da Universidade Estadual de Santa Cruz, é narrada a história de como a Academia, o Ministério Público, o setor produtivo e ONGs se uniram para, literalmente, colocar as cabrucas no mapa.

Além de Debora Faria, a live tem como participantes a Dra. Aline Valeria Archangelo Salvador, Promotora do Ministério Público da Bahia, o Dr. Cristiano Villela Dias , Diretor Científico do Centro de Inovação do Cacau e Marcos Rosa, Coordenador técnico do projeto MapBiomas.

Assista o video na canal do youtube:

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar