DestaquesGeral

Chocolate intenso e cacau em pó ajudam no combate à COVID-19, aponta estudo

Produtos são comercializados na Feira de Economia Solidária do Cesol, no Shopping Jequitibá, em Itabuna

 

Um artigo publicado na revista Frontiers in Plant Science mostra a eficácia de chocolates intensos e cacau em pó no combate ao novo Coronavírus.

O estudo, realizado pela North Carolina State University, expõe simulações de computador e estudos de laboratório mostrando como a chamada “protease principal” (Mpro) do vírus SARS-CoV-2 reagiu quando confrontada com uma série de diferentes compostos químicos vegetais que possuem propriedades antiinflamatórias e antioxidantes.⠀

Estudos in vitro demonstraram que os compostos químicos do cacau em pó e do chocolate intenso reduziram a atividade de Mpro pela metade.

Chocolates Natucoa

A região Sul da Bahia é conhecida pela produção de itens da cadeia do cacau, como chocolates especiais, cacau em pó, geleias, mel de cacau e outros derivados. Em Itabuna, os produtos podem ser encontrados na feira do Centro Público de Economia Solidária (Cesol) – Empório do Litoral –, no Shopping Jequitibá.

Chocolate Terra Vista

Para o coordenador do Cesol Litoral Sul, Thiago Fernandes, a descoberta só tem a agregar ao trabalho de agricultores familiares e empreendedores econômicos solidários do território. “É um estudo relativamente recente que mostra os benefícios do nosso chocolate intenso, acima de 65% cacau, além do nosso cacau em pó concentrado e puro, sem açúcar, que ajuda no combate à COVID-19. Enquanto não formos vacinados, vale super à pena investir no consumo de alimentos que ajudam de alguma forma na imunidade.”, conclui o gestor.

Outras informações sobre o estudo divulgado podem ser encontradas no link: https://news.ncsu.edu/2020/11/food-chemical-compounds-can-inhibit-a-key-sars-cov-2-enzyme/

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar