WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
DestaquesGeral

Consórcio Cabruca fortalece comercialização de chocolates de origem do Sul da Bahia

Iniciativa do Cesol e Unifacs reune cinco marcas regionais

Chocolates de origem cabruca são produzidos a partir do cacau cultivado à sombra de árvores nativas da Mata Atlântica. Esse modo de cultivo traz originalidade e sabor único aos chocolates feitos no Litoral Sul Baiano. Para fortalecer o escoamento da produção com foco na internacionalização dos chocolates, será lançado nesta sexta-feira (15) o Consórcio Cabruca, iniciativa piloto do Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Litoral Sul e Unifacs.

Inicialmente fazem parte do projeto cinco marcas da economia solidária baiana, especificamente do Litoral Sul do estado: Benevides, Natucoa, Ju Árleo, Modaka e Coópercabruca. O Cesol Litoral Sul contam com apoio e investimento da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia (Setre).

Patrícia criou a marca Modaka (foto: Mário Bittencourt)

Ousado e estratégico, o Consórcio Cabruca almeja colocar a economia solidária da Bahia em outro patamar, sendo reconhecida internacionalmente em diversos países mundo afora com a abertura de mercados externos e, consequentemente, o aumento da visibilidade e escoamento da produção de chocolates baianos.

A iniciativa e da Universidade Salvador (Unifacs), por meio do Núcleo de práticas em Economia e Relações Internacionais (Neri), em parceria com o Cesol Litoral Sul e já agrega outros parceiros como a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB). Henrique Campos é doutor em Ciências Sociais (UFBA) e professor na Unifacs. Para ele, a Bahia é o principal exportador de cacau do Brasil e um dos principais fornecedores mundiais, mas não apresenta exportação expressiva de chocolate.

 

“Os chocolates da região Litoral Sul são produtos finos e precisam conquistar o mercado internacional. O projeto de exportação pretende apoiar empreendimentos da agricultura familiar e cooperativas comprometidas com a garantia da qualidade dos produtos e com condições decentes de trabalho e sustentabilidade para o acesso ao mercado internacional”, destaca.

Geração de renda

 

Entre os principais benefícios da economia solidária da Bahia com o Consórcio Cabruca estão a ampliação e diversificação da fonte de renda; qualificação e diversificação da cadeia produtiva do cacau tendo o trabalhador rural papel central e domínio sobre o processo; reafirmação e valorização do trabalhador rural; manutenção ou até mesmo ampliação da área de preservação da sociobiodiversidade produtiva da região; se tornar mais uma fonte de divisas internacionais para o estado.

“A parceria do Cesol Litoral Sul com o Neri é fundamental. Com ela, ajudaremos a empreendimentos da economia solidária a inserirem seus produtos fora do Brasil. Sem dúvida alguma é um projeto que pode posicionar nossa região, estado e país lá fora de forma muito positiva. O Brasil já foi o produtor de cacau e hoje produz chocolates de qualidade e sem conservantes”, avalia um dos responsáveis pela parceria para criação do consórcio e ex-coordenador no Cesol Litoral Sul,

Thiago Fernandes

.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar