DestaquesGeral

Projeto Alianças Produtivas e IG Cacau Sul da Bahia viabilizam acesso de agricultores familiares ao Pronaf do Banco do Brasil

Recursos serão investidos na produção de cacau e chocolate de qualidade

Fruto de um esforço conjunto liderado pela IG Sul da Bahia Cacau Sul da Bahia, duas cooperativas associadas à IG -Coopercentrosul  e Coopessba, Banco do Brasil, Governo do Estado da Bahia, Conderupes – Conselho Municipal de Agricultura e Pesca Sustentável de Ilhéus, Instituto Arapyaú, Instituto Humanize e Instituto Conexões Sustentáveis – CONEXSUS, foi  viabilizada  junto ao Banco do Brasil Ilhéus a liberação de créditos de custeio e investimento em cacau advindos do PRONAF para agricultores familiares e Assentados de Reforma agrária em cinco municípios do Sul da Bahia.

 

Nesta segunda-feira, 29, foram assinadas em Ilhéus as seis primeiras operações de crédito para custeio e investimentos, com um valor médio de 70 mil reais.  Outras catorze operações estão em análise no Banco do Brasil e outros quinze 15 produtores já solicitaram acesso ao projeto.   O valor total dos financiamentos poderá chegar a 1 milhão e 400 mil reais. Essas operações envolvendo o cacau não eram realizadas há quase duas décadas.  Os contratos foram assinados pelos produtores com a supervisão do Gerente Geral do Banco em Ilhéus, Euler Oliveira Paiva.

Cristiano  Sant´Ana, diretor executivo da IG Cacau Sul da Bahia, afirma que  “mais um passo importante que comprova a necessidade do trabalho Cooperativo em nossa região, além de demonstrar novamente a capacidade de articulação e agregação de resultados promovida pela Indicação Geográfica Cacau Sul da Bahia”.

Cristiano Sant´Ana

“Isso demonstra como uma Federação de Instituições de Produtores organizada, tal como a Associação Cacau Sul Bahia – ACSB traz a melhor opção de respostas positivas para nossos agricultores”, diz.

ALIANÇAS PRODUTIVAS

Esta atividade faz parte do conjunto de ações complementares programadas para os projetos do Programa Alianças Produtivas, da CAR – Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional e SDR – Secretaria de Desenvolvimento Rural/Governo do Estado da Bahia. No projeto, adota-se o conceito de Aliança Produtiva Territorial (APT) como sendo a efetivação de parcerias comerciais qualificadas e duradouras entre uma ou mais Organizações Produtivas da Agricultura Familiar e o Setor Privado, com o propósito de garantir acesso a mercados para os produtos da agricultura familiar.

QUALIDADE DO CACAU E CHOCOLATE

Carine Assunção

Para Carine Assunção,  da Cooperativa de Serviços Sustentáveis da Bahia (Coopessba),  “o projeto Alianças produtivas viabilizou a consolidação da nossa marca de chocolates Natucoa, a participação em eventos no Brasil e no Exterior. O selo da IG Cacau nos nossos chocolates  também foi muito importante  porque agrega valor à marca, reafirmando a qualidade, a procedência e rastreabilidade  do cacau com o qual eles são produzidos”.

Segundo ela “a retomada do Pronaf para a agricultura  familiar pelo Banco do Brasil com valores expressivos garante que o agricultor possa investir na melhoria da produção, contando com a assistência técnica e com isso o impacto positivo de toda a cadeia produtiva, mostrando que além de produzir cacau de qualidade o Sul da Bahia também produz chocolates de origem com alto valor agregado”.

ASSISTÊNCIA TÉCNICA, PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO

Angélica Anunciação,  da Cooperativa de Pequenos Produtores de Cacau, Mandioca e Banana do Centro da Região Cacaueira-Coopercentrosul destaca que “os recursos da Aliança Produtiva permitem estruturar as cooperativas para dar condições a essa produção e produtividade de qualidade,  com aquisição de equipamentos, melhoria da logística e da assistência  técnica, tornando-se uma oportunidade para agricultura familiar  produzir e comercializar  com maior valor agregado”.

“As Alianças Produtivas para a cacauicultura do Território Litoral Sul, fortalecem a indicação Geográfica, que inaugura novos e promissores  tempos para a agricultura  familiar, o cacau e o chocolate”, afirma Angélica.

A Associação Cacau Sul Bahia-iG Cacau é uma federação formada por 18 instituições representativas com um total de 3200 associados e é atualmente a mais abrangente associação da cadeia do cacau e chocolate no Sul da Bahia.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar